28 de set de 2012

Data especial

Bom, hoje nós temos alguém inútil fazendo aniversário.
Essa pessoa não é importante aqui no blog, é simplesmente inútil o dono!!!


PARABÉNS JOÃO VITOR LAGO!!!!!

Recados Facebook




Mandem seus "parabéns" nos comentários.
Mais gifts aqui.

27 de set de 2012

Ventania.

     


     Estavam deitados no sofá, juntos, de mãos dadas. Lílian tinha acabado de lavar o cabelo e o vento batia fazendo pingos de água cair no pequeno tapete da sala. Tiago estava relaxando, depois de um árduo dia no trabalho, nada melhor que ficar perto de sua amada esposa. Eles não diziam nada, ficavam em silêncio, um acariciando a mão do outro. Às vezes eles faziam isso. Era reconfortante saber que tinham com quem estar.
     O vento batia na janela vindo da montanha, forte e constante. As cortinas se moviam como e estivessem dançando. A força do vento aumentava cada vez mais fazendo Lílian perceber algo diferente no ar, seu sexto sentido nunca falhava. Ela se levanta, deixando Tiago no sofá, quase adormecido. Se dirige à raque e liga a televisão em um som baixo, para não acordar seu marido. A previsão do tempo estava indicando um furacão vindo em direção à cidade. Lílian ficou arrepiada, ela nunca teve um pressentimento tão ruim quanto essa notícia trouxera.
     O ar começou a ficar frio, e Lílian, olhando a janela da sala viu as nuvens já formando o furacão. Suas pernas congelaram e sua voz não saia. Num súbito momento ela grita Tiago. Ele levanta do sofá e vê o telejornal, juntamente com  espanto de sua esposa. Tiago corre para a chave do carro. O medo invadindo seu peito, que normalmente fica cheio de coragem. Puxa sua esposa a levando para dentro do enorme carro preto. Todos na rua estavam desesperados.
     Tiago olha para trás e vê pessoas correndo para todos os lados. Ele observa sua querida esposa, os olhos claros de Lili estavam desesperados, não pensando mais um segundo a manda dirigir para a cidade mais próxima, longe de onde o furacão estava. Lílian é tomada pelo medo de perder seu marido, mas ele dizia o tempo todo: "Eu vou ficar bem!". Assim, ela acelera o carro olhando para trás e vendo seu marido ajudando aos outros. Se enche de orgulho, e saudade antecipada.
     Três dias se passaram. Três longos dias. Lílian estava na casa de sua mãe, rezando para seu marido aparecer, como tinha feito durante os últimos dias. A campainha toca. O coração dispara. Lílian abre a porta, e um luminoso sorriso aparece em seus lábios.





Oiiiiiii gente, o que acharam??? Eu adoro essa minha redação, foi o melhor conto (pra mim) que eu escrevi!!! Tomara que vcs tb achem isso!!! Bom: Comentem & Beijos.



22 de set de 2012

Canal no Youtube

Galera, esse post é pra avisar que eu já começei, a postar vídeos no meu canal no youtube.
Acessem por favor.Cliquem em gostei  e inscrevam-se no canal.
Eu faço vídeos sobre: Jogos\Gameplays & tutoriais.
Caso você tenha alguma sugestão de jogo ou tutorial pode mandar para o e-mail:

videosluccacnd@gmail.com


PS.: aceito sugestões de músicas para por nos vídeos.

Aqui está o vídeo.É sobre o jogo em que contei no meu primeiro post.

19 de set de 2012

Novo Postador \ The Powder Toy

Bom, meu nome é Lucca, e eu sou um novo postador do My Mundo. Vou postar sobre aquilo que entendo como: Jogos/Programas, Músicas, Tecnologia, Livros, Músicas entre outros. Espero que gostem...






A segunda parte do post é The Powder Toy(imagem), este é um jogo , que, aquilo que falta em gráficos sobra em diversão.É um jogo de química cujo o objetivo...não tem objetivo,não tem contas e você faz aquilo que você quizer, desde motores, geradores de energia, até bombas e explosões divertidas.











Caso você queira fazer o download do jogo, fique tranquilo, pois além do jogo ser leve, está liberado para download. 
Clique aqui para ir à página de download

FIQUE ATENTO AO CANTO DIREITO INFERIOR DO JOGO, POiS APARECERÁ PARA FAZER UPDATES.
Espero que tenham gostado...

13 de set de 2012

Vampiros retornam, Abraham Lincoln também.

É inegável que existiram poucos filmes realmente bons sobre vampiros. Drácula foi o primogênito, não se pode negar. Mas atualmente, a fama dos bebedores de sangue, cruéis e anti sociais foi distorcida pela série jovem Crepúsculo, trazendo à tona, agora, os seres das sombras em uma forma mais romântica e humanizada. E brilhando.

Ok, não vou me ater à isso. Voltando ao assunto, analisando bons filmes de vampiros que fizeram história, um dos mais recentes (não tanto) foi Van Helsing, que não trata apenas dos mordedores de pescoço, mas de outros seres das trevas. Outro filme, foi o inegável Sombras da Noite, o qual tive prazer de ver no cinema. Johnny Depp como um vampiro rancoroso e adepto de humor negro, não é maravilhoso? E indo agora pela linha de tempo de filmes de vampires, prometendo tanto brilho quanto Sombras da Noite e tanta ação quanto Van Helsing, chega os cinenas Abraham Lincoln: O Caçador de Vampiros.




Não, você não leu errado. Claro que não é muito comum imaginar o maior presidente dos Estados Unidos como um Vampire Hunter, mas se pensar um pouco, analisar, e fantasiar, a proposta do filme pode ser excitante e extraordinária.




"Ainda criança, Abraham Lincoln testemunhou a morte de sua mãe, Nancy. Tudo parecia ser uma morte por alguma peste ou doença, mas Abraham descobriu que não fora isso. Ela fora assassinada por um vampiro.

Rancoroso, Abraham lança uma guerra contra os seres das trevas, tentando destruí-los com sua arma, um machado".

O filme veio do livro "Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros" do mesmo autor Seth Grahame-Smith, da proposta "Orgulho e Preconceito e Zumbis", um livro que unia a proposta de Jane Austen, autora da história original com o mito dos zumbis [N/P: Cheguei a ler esse livro. Digo: LEIAM. Orgulho e Preconceito e Zumbis é uma obra inacreditavelmente engraçada e cheia de ação.]  


Críticas:

Bom, Abraham Lincoln não recebeu boas novas. As críticas recebidas foram que o filme é péssimo e indigno. Leia abaixo algumas:

"Quando vampiros brilham diante da luz do sol, você acha que não há como tratar a espécie de forma pior nas telonas. Mas eis que Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros chega aos cinemas. Não, o filme não é pior do que Crepúsculo, afinal não tem todo aquele blá blá blá romântico ou lobisomens, mas os vampiros presentes aqui são sim menos interessantes que os vividos por Robert Pattinson e companhia. Aqui, vemos criaturas lentas e de pouco glamour. E que são alvo fácil para um sujeito que resolve caçar vampiros do nada e recebe um treinamento de pouco tempo. Além disso, os seres também andam na luz do dia e possuem a habilidade de ficarem invisíveis." Adoro Cinema.

"Tão bizarro quanto a sua ideia, filme entra pra lista dos piores do ano." Autor desconhecido.

"É uma ótima diversão para quem curte filmes do gênero." Autor desconhecido.


Bem, sabemos que a opinião pessoal varia. Como mostrado, a maioria desgostou inacreditavelmente, porém, outros aceitaram. O certo agora é você ver, e então, deixar sua opinião.

Já viu? Poste seu comentário!

5 de set de 2012

Namoro a distancia.



O vento forte vindo da janela do carro mostrava bem a velocidade estava o automóvel. Leandro dirigia assim normalmente, por isso Lívia nem ligou dele estar um pouco acima do nível de velocidade máximo permitido. Estavam indo para Águas de Lindóia, alguns quilômetros ao sul de Andradas, onde Lívia morava com o irmão. Leandro tinha uma loja na cidade, como era independente em relação ao dinheiro, só ao dinheiro como dizia Li, ele a tinha convidado a morar com ele, um ano atrás, deixando os pais, família e amigos em Lindóia. Mas isso não queria dizer que não pudessem visitá-los nas férias e feriados.
Lívia estava mais ansiosa para chegar e encontrar as amigas, além de encontrar Carlos. “Festa!!” Camila mandou pra ela antes de ontem: “E na cidade do Carlos...” foi uma esperança no peito de Lívia, desde que deu um fora nele no começo do ano, um fora arrependido como ela tem que lembrar as amigas, Li morre de vontade de ficar com Carlos. Dito e feito, logo que Lívia chegou à festa ela viu Carlos, que foi logo chegando nela, de um jeitinho que a conquistou.
As férias acabaram e Lívia teve que voltar para Andradas, mas isso não impedia de se comunicar com Carlos. Com internet, MSN e sms ela não passava um dia sem trocar mensagem com ele, algumas vezes era ele quem chamava e falava que estava com saudades, parecia que adivinhava os pensamentos dela.
Lívia fazia contagem regressiva para todos os feriados, sabendo que assim poderia encontrar Carlos, mas quando as amigas perguntavam se eles estavam namorando ela negava, dizia que só estavam ficando, porque afinal de contas, ele não tinha falado nada sobre namoro. Mas amigas são muito úteis, e amigas que conversam muito com um garoto especial são muito úteis, Camila que contou para Lívia que Carlos não tinha ficado com ninguém desde o lance das férias, o coração de Li estava se enchendo de esperanças.
Só que as coisas começaram a ficar tensas depois de uma festa. Não era pra ter saído do controle, mas Lívia decidiu beber um pouquinho a mais nesse fim de semana. Uma vodka aqui, uma batidinha ali e várias margueritas a fizeram ligar pra Carlos, as palavras de Lívia não saíram direito, mas ele percebeu que ela estava em uma festa, bêbada. Aline levou a amiga pra casa e cuidou dela, porque esbarrar com Leandro daquele jeito Lívia não podia. No outro dia a dor de cabeça latejante que estava na cabeça não deixava Li lembrar claramente do que tinha acontecido, ela se lembrava de ter pegado o celular e ligado pra Carlos, mas o que ela disse só Deus sabia.
As coisas ficaram meio complicadas, Carlos se tocou que ele não poderia saber se ela tinha ficado com alguém, tomando assim uma decisão, acabar com um namoro que nem tinha começado.
Lívia não sabia o que fazer quando recebeu a mensagem de Carlos dizendo que era melhor serem livres, porque não dava pra ter um relacionamento sério por enquanto e ele queria sair com os amigos o que não estava fazendo desde o inicio de seu “namoro”. “A única coisa a fazer...”, pensou ela, ”... é aceitar”. Deitou na cama e em meio aos fios cabelos negros que tinha deixou algumas lágrimas rolarem.
Os pensamentos não deixaram Carlos em paz, queria ficar com ela, ele gostava dela, mas seria tão mais fácil se ela morasse pertinho dele onde ele poderia vigiá-la. Só que ela não iria mudar, continuaria morando a 117 km de lonjura dele. Mas pensar que ela está livre para ficar com qualquer um era o pior pensamento que ele tinha, mas era um pensamento que o atormentava constantemente. Pelo menos até na terça-feira...
Li tinha acabado de fazer prova, estava voltando para a sala de aula quando várias lembranças de Carlos vieram a sua cabeça. Ela sentia vontade de chorar, mas seu orgulho era mais forte, pelo menos em meio aos amigos. Mas alguns pensamentos a estavam atormentando: “Se ele dizia que gostava de mim, por que terminou comigo?”. A dúvida preenchia sua mente durante a maior parte das aulas, isso precisava sair. A decisão foi tomada, falar logo com Carlos. Ela pensou em vários modos de perguntar pra se estava mentindo esse último mês inteiro.
Assim que conseguiu, ela ligou pra ele:
- Carlos?
- Oi Li!- a voz dele estava normal, talvez isso fosse porque ele estava feliz com outra menina e fazendo... Ah, ela tinha que parar com isso, e tentou continuar a conversa como se não tivesse uma bagunça em seu cérebro.
- Eu preciso falar um negócio com você... Você mentiu pra mim? – Entendam que se ela enrolasse não ia conseguir falar.
- O-o quê?
- Olha eu sei que a gente mora longe e tudo o mais mas você disse que gostava de mim e depois termina comigo ai eu não sei o que pensar e me parece que você mentiu o tempo...
- LI! Lívia, calma...
- Desculpa, mas é que parece que era mentira...- suas próprias palavras estavam fazendo seus olhos lacrimejarem
- Lí, o que é isso? Eu nunca menti pra você... Lívia?
- Oi. – sua voz estava embargada, declarando claramente que estava pronta para deixar as lágrimas fluírem por seu rosto.
- Quer namorar comigo? – Lívia não acreditou quando ouviu essas palavras como Carlos não acreditou que foi tão simples dize-las. A alegria encontrada em Lívia era tão grande que ela estava prestes a pular na cama até ir parar no andar de baixo do prédio.
- Você ta falando sério?
- Nunca falei mais sério, olha, eu não queria terminar com você, só estava confuso, então... Topa? – Ele tava de brincadeira, né?
- TOPO, CLARO QUE TOPO, você não imagina como eu topo!!! – ela começou a dar pulinhos de felicidade em seu quarto. E Carlos estava com um sorriso tão grande no outro lado do telefone que mal podia se segurar.

1 de set de 2012

Pintora - Kelly Vivanco


Olá mymundianos, tudo bem? Bom, hoje vim postar sobre uma pintora excelente a Kelly Vivanco.Nasceu na Califórnia e sempre gostou de desenhar. Descobri ela pela minha professora de mangá, e achei a obra dela muito linda. Com um estilo meio vintage e ilustração infantil conquista a todos.

Se quiserem ver mais obras dela, o site esta aqui :  http://www.kellyvivanco.com/
Até mais!